Sobre o autor (107)

Questionário Proust – TV Estadão, 10/02/2011

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

Raio X: Milton Hatoum TV Estadão | 10.2.2011 O escritor Milton Hatoum responde ao Questionário Proust e diz que sua atividade favorita é a leitura. “Gosto mais de ler do que de escrever”  http://tv.estadao.com.br/videos,RAIO-X-MILTON-HATOUM,131145,256,0.htm

Perguntas sem resposta dão sentido ao romance, por Haroldo Ceravolo Sereza – Caderno 2, O Estado de São Paulo, 27 de maio de 2000

Críticas/Artigos, Sobre o autor  

http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/DoisIrmãos_Estado27maio2000.jpg

Milton Hatoum canta Manaus para ser universal, entrevista com Haroldo Ceravolo Sereza – Caderno 2, O estado de São Paulo, 27 de maio de 2000

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

Dois Destinos, por Wander Melo Miranda – Caderno Idéias, Jornal do Brasil, 1 de julho de 2000

Críticas/Artigos, Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

Onze anos depois da publicação do premiado Relato de um certo Oriente, Milton Hatoum volta a Manaus para retomar  o mito clássico dos dois irmãos inimigos, atualizando-o na história de uma família de libaneses dilacerada por amores, ódios e segredos escondidos durante décadas. http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/DoisIrmãos_Idéias1.jpg Continuar em: http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/DoisIrmãos_Idéias2.jpg

“Manaus, a personagem”, por Luciano Trigo – Prosa & Verso, O Globo, 5 de maio de 2001

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

Doze anos depois de ganhar o Jabuti com o seu romance de estréia, “Relato de um certo Oriente”,  Milton Hatoum, 49 anos, voltou a receber uma indicação para o prêmio para o seu segundo livro, “Dois Irmãos”. (…) Tendo vivido em Paris e Barcelona, e morando atualmente em São Paulo, carrega Manaus, sua cidade-natal, dentro de si. É ela a sua matéria prima e sua principal personagem, como ele admite nesta entrevista. http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/Manaus-a-personagem_GLOBO.jpg Continua em: http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/Manaus-a-personagem2_GLOBO.jpg

Milton Hatoum, um estilo construído com rigor e sensibilidade, por Daniel Piza – O Estado de São Paulo, 26 de março de 2001

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

 Com apenas dois romances publicados, “Relato de um certo Oriente” e ” Dois Irmãos”, o ficcionista que vive hoje em São Paulo está entre os grandes nomes da literatura nacional; recorrendo sempre ao encanto de sua terra natal, Manaus, Hatoum, indicado para o Prêmio Estadão, diferencia-se de outros escritores ativos por correr riscos, por andar na fronteira entre dois mundos, entre o culto e o coloquial, o simbólico eo real, o particular e o histórico. http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/PrêmioMulticultural2001_Estado1.jpg

Caim e Abel, por José Castello – Revista Isto é, 19 de julho de 2000

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

Milton Hatoum narra rivalidade entre irmãos. A espera de 11 anos, um longo e enixplicável silêncio, valeu a pena. http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/DoisIrmãos_Istoé.jpg

Ódio entre irmãos, por Maurício Stycer – Revista Época, 12 de junho, 2000

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

Depois de 11 anos em silêncio, Milton Hatoum volta com um forte relato sobre imigrantes em Manaus   http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/DoisIrmãos_Época.jpg

Milton Hatoum: “Não há tantos tradutores de literaturas de língua portuguesa”, Por Maged T.M.A.El Gebaly – Revista Crioula, Maio de 2010, n 10

Notícias/Entrevistas, Sobre o autor  

  Nessa entrevista, o pesquisador Maged El Gebaly – cujo projeto de doutoramento consiste em traduzir árabe e fazer um estudo hermenêutico desse processo de tradução –  abordou temas relacionados à literatura e ao exercício de tradução, além de colher as impressões do autor sobre outros temas como as questões políticas relacionadas ao Oriente Médio e a relação do escritor com o Líbano.  Leia a entrevista completa em:    http://www.fflch.usp.br/dlcv/revistas/crioula/edicao/07/Entrevista%20-%20Milton%20Hatoum.pdf

MEMÓRIA E IDENTIDADE NOS ROMANCES DE MILTON HATOUM, por Sylvia Telarolli

Críticas/Artigos, Sobre o autor  

Expressão fértil de uma das modalidades de resistência à reificação do homem, da arte, das relações sociais tão comuns na vida contemporânea, inclusive à avassaladora exigência da cultura do mercado é a  recuperação da memória, não apenas voltada à crítica de problemas nacionais, sociais , políticos, mas especialmente filtrada pela experiência pessoal, verdadeira , de cada autor.  Nessa vertente podemos enquadrar a ficção de Milton Hatoum; não se trata, entretanto, apenas do resgate da  memória pessoal, de tonalidade intimista, na verdade, o autor associa no percurso das personagens a  abordagem de traços definidos por sua feição individual, mas também forjados por características que brotam  da vivência coletiva, seja do universo manauara, seja  das origens vinculadas ao universo cultural do imigrante árabe. Hatoum tem publicados cinco livros: Relato de um certo oriente (1989), Dois irmãos ( 2000), Cinzas do norte (2005), Órfãos do Eldorado (2008), Cidade ilhada (2009, contos) os quatro primeiros são romances , o último reúne contos; vê-se que é um escritor que produz seus textos com cuidado, um certo vagar. Alguns desses textos foram revisados e reescritos muitas  vezes, ao longo de vários anos, o que mostra o rigor do escritor na composição de seus textos. Curiosamente, o […]