Palmeiras Selvagens

Ensaios/Críticas

 

“Palmeiras Selvagens” (1939), de William Faulkner, é tão fascinante quanto “Luz de Agosto” e “O Som e a Fúria”. Duas histórias compõem esse romance estranho e ousado, narrado com frases longas e cheias de incisos.

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/mais/fs1206200503.htm

Deixe seu comentário...