“Se restou um paraíso, é a Amazónia”, por Alexandra Lucas Coelho – Público, 2 de março de 2000

imprensa, Português

 

Havia um avô libanês que reinventava as histórias das “Mil e uma noites” e as contava em voz alta aos netos, na Amazónia, à beira do Rio Negro, grande como um mar. Um dia, esse avô morreu. E um dos netos, longe em Paris, soube que tinha que voltar para casa para escrever um livro. Chamou-lhe “Relato de um certo Oriente”. A Cotovia acaba de o publicar. É a estréia de Milton Hatoum, escritor de língua portuguesa.

http://www.miltonhatoum.com.br/wp-content/uploads/2011/03/Relato_Público.jpg

Deixe seu comentário...